Menu:

Acadêmico

 
  

Cadeira 21
Pedro Marinho de Carvalho Neto

Biografia

Pedro Marinho de Carvalho Neto nasceu em 11 de maio de 1956, um domingo, representativo do Dia das Mães, na cidade do Recife - PE. Filho de Juarez Marinho de Carvalho e Olívia Alves Marinho, é casado com a Zootecnista Sônia Leal Marinho de Carvalho, tendo o casal três filhos: Adriana, Aline e Juarez. Fez o curso secundário – do que muito se orgulha – no Colégio Estadual de Pernambuco, antes chamado Ginásio Pernambucano, por muito tempo o mais famoso educandário do Estado. Sempre se sentiu com vocação para a área de saúde e, assim, tentou ingressar no curso de Medicina, da UFPE, sendo habilitado na segunda opção para Medicina Veterinária. De inicio, buscou identificar-se com a área de competência em que deveria atuar, frequentando cursos de extensão e estágios em laboratórios e no campo como forma de consolidar os conhecimentos teóricos, procurando expandir a visão generalista referente à formação do médico veterinário. Em dezembro de 1980, obteve o grau de Médico Veterinário pela Universidade Federal Rural de Pernambuco. Iniciou suas atividades profissionais, em 1981, como Veterinário de campo da empresa Alfa Conlab, passando por órgão de fiscalização, como fiscal do CRMV-PE, ingressando em seguida na área de vendas na empresa Cambito Material Hospitalar e, mais tarde, firmando contrato em órgão público na Secretaria da Agricultura de Pernambuco, como técnico de nível superior. No entanto, a sua identidade funcional evidenciou-se com o seu ingresso na área docente, em 1985, para lecionar a disciplina Tecnologia de Produtos Animais A (carne), título substituído pelo de Tecnologia de Carne e Produtos Derivados, em parceria com o amigo e confrade Prof. Gilvan Maciel. Daí, partiu para o aprimoramento da docência, iniciando com o curso de Especialização em Capacitação Pedagógica, em 1987, na UFRPE, prosseguindo com o mestrado em Tecnologia de Alimentos, em 1994, na Universidade Federal do Ceará, em Fortaleza, e o doutorado concluído em 2005, na UNICAMP – Universidade Estadual de Campinas, em São Paulo, ambos na área de Tecnologia de Alimentos de Origem Animal. Dentro de suas atividades docentes, participou de oito bancas examinadores de concursos de títulos e provas para docentes. Na área administrativa, foi designado para o Colegiado de Coordenação Didática (CCD) do curso de Medicina Veterinária, membro de Comissões do Departamento de Tecnologia e Diretor Pró-Tempore deste último Departamento. Simultaneamente às atividades profissionais e sobretudo às docentes, passou a participar e colaborar com os órgãos de classe da Medicina Veterinária, culminando com a ocupação da presidência da Sociedade Pernambucana de Medicina Veterinária – SPEMVE, logo após, a presidência do Conselho Regional de Medicina Veterinária – CRMV-PE, mandato parcialmente cumprido, e a Vice-Presidência do Colégio Brasileiro de Médicos Veterinários Higienistas de Alimentos. No Conselho, exerceu diversos mandatos em Comissões, especialmente na de Cultura, na qual vem participando da elaboração de pareceres na concessão do prêmio Prof. José Wanderley Braga. Atualmente, está ocupando a presidência da Associação dos Professores da UFRPE, conhecida pela sigla APUFERPE. No momento, ocupa o cargo de Professor Associado 1 do Departamento de Tecnologia Rural da Universidade Federal Rural de Pernambuco, lecionando as disciplinas de Tecnologia de Carnes e Produtos Derivados e Microbiologia de Alimentos de Origem Animal. Dentre as várias honrarias recebidas, destacam-se os Diplomas referentes ao Prêmio Prof. José Wanderley Braga – Medalha de Ouro, Sócio Honorário da Sociedade Pernambucana de Medicina Veterinária e de Relevantes Serviços prestados à Medicina Veterinária e à Zootecnia pelo Conselho Federal de Medicina Veterinária, tendo obtido o título de Paraninfo dos concluintes do Curso de Medicina Veterinária, turma de dezembro de 1994. Ingressou, em 28/11/2008, na Academia Pernambucana de Medicina Veterinária, como Acadêmico Titular da Cadeira 21, que tem como Patrono Prof. Júlio de Carvalho Fernandes.